quinta-feira, janeiro 19, 2012

Supercalifragilisticexpialidocious

Faz muito tempo que não perco tempo com o blog. E quando digo perco, digo ganho.
A verdade é que os afazeres (ainda que não sejam desculpa para tudo), são muitos, e, para não cair de vez no esquecimento, vão só ficando umas músiquinhas aqui, uns filmezinhos ali, nada que me roube mais de 5 minutos e me faça puxar muito pela imaginação.
Shame on me!
O que acaba por acontecer é que sempre que cá venho vejo-me sempre do outro lado, como quem abre uma janela ao acaso e não demora trinta segundos a perceber a banalidade que se apraz naquele universo.
Por isso decidi tornar o blog um bocadinho mais pessoal, ganhar mais tempo com ele e com o que me cá traz, o que me levou a fazer dele o meu grande companheiro de viagens, embalada pelas miudezas do mundo tão boas de se partilhar!
Ao gosto ou desgosto de cada um, não estamos cá para agradar Gregos e Troianos, fica apenas uma fiel Mary Poppins à boa moda supercalifragilisticexpialidocious!

segunda-feira, janeiro 16, 2012

domingo, janeiro 08, 2012

Eles são nós.

" Repito para mim próprio: estamos tão perto uns dos outros. Não há nenhum motivo para acreditarmos que ganhamos se os outros perderem. Os outros não são outros porque levam muito daquilo que nos pertence e que só pode existir sendo levado por eles. Eles definem-nos tanto quanto nós os definimos a eles. Eles são nós. Eles somos nós. Se tivermos essa consciência, podemos usar todo o seu tamanho. Mesmo que pudéssemos existir sozinhos, de olhos fechados, com os ouvidos tapados, seríamos já bastante grandes, mas existe algo muito maior do que nós. Fazemos parte dessa imensidão. Somos essa imensidão que, vista daqui, parece infinita. "

José Luís Peixoto, in revista Visão (Dezembro 2011)