segunda-feira, novembro 30, 2009

Femme

Um dia chamaram-me de destrambelhada,
não gosto de ir às compras, não leio revistas de moda, raramente achego-lhe o salto alto, nem gasto um terço da minha mesada numa peça de roupa. Reclamo de eventos sofisticados, reclamo quando tenho de ir, não frequento mais de duas vezes por ano o cabeleireiro e nunca na minha vida fui à manicure.

Se é o caso, sou sim uma destrambelhada,
não tenho paciência para compras, muito menos dinheiro para gastar nelas, tenho três pares de sapatos altos e mal sei andar em cima deles, falo desmesuradamente alto e para mim a segunda mulher mais bonita do planeta foi a Miss Janis Joplin.

Mas gosto, gosto sim de me sentir bonita, de mergulhar 30 minutos no chuveiro só para mim, de combinar todo o guarda roupa (por mais pequeno que ele seja), de vasculhar todos os outros guarda roupas e reciclar as da minha avó, de namorar um mês a fio aquele colar, juntar 5 mesadas para aqueles ténis, experimentar 3 blushes até perceber que nenhum tem o meu tom. Gosto de todo o jogo de sedução em frente ao espelho, de um fim-de-semana só de meninas e pintar as unhas às cores, de treinar o melhor perfil para o encontro de amanhã,
longe de convenções, de cobranças, de tardes inteiras no shopping..

Por entre trambolhões e vozes de bagaço, saltam olhares ousados e, já diria esta grande Senhora, Coco Chanel, muito bem, “Fashion is not something that exists in dresses only. Fashion is in the sky, in the street, fashion has to do with ideas, the way we live, what is happening.”.

Já agora se me quiserem oferecer os seguintes wayfarers e respectiva bolsa, aceito :D (afinal, também lhe sei botar o olho :P)



Ser ou não ser feminina, eis a questão?!

domingo, novembro 29, 2009

Mariane!



O abraço, sempre teu!
Eu, sempre tua!
O lar, sempre nosso!

Parabens, 18 :)

sábado, novembro 28, 2009

Sem nada pedir, nem nunca esperar

" Tudo isto penso, sem nunca te dizer nos mails, em vez disso mostro-me interessada na tua viagem, nas aventuras que vais vivendo, nos sitios por onde já passaste. E nunca te pergunto quando voltas. Sei que, quando decidires será por ti e apenas por ti. Agora percebo o que querias dizer naquele almoço, quando falavas de generosidade e de amizade. Esqueceste-te de dizer individualismo. És uma pessoa avulso, Miguel, há procura da tua alma do outro lado do mundo, e eu tenho-a aqui adormecida nas mãos e não sei o que fazer dela, porque a tua alma se fundiu, em tempos com a minha e não consigo olhar para dentro do  meu coração  sem te ver lá, mesmo que tenhas escolhido outro caminho.Os destinos vivem-se como uma outra vida e eu tento todos os dias - acredita, porque é mesmo verdade - olhar para os dias e enchê-los sem ti. Mas em vez disso, comtemplo-os como se não fosse eu a vivê-los, enquanto treino em surdina um verbo novo, que quer queira quer não, vou ter que aprender a conjugar em todos os tempos e modos. o mesmo verbo que me deu força quando a minha mãe morreu:o verbo aceitar. Aceitar que já me amaste, que nada é eterno e tudo muda, que a vida é feita de momentos, que devia estar-te grata por todo o amor que me deste, pela tua frontalidade e sinceridade. Aceitar que o meu amor por ti não te  podia roubar a juventude, aceitar a perda e a ausência daqueles que amo. Amar alguém é deixá-lo partir, olhar o céu e ver na dança da lua um momento qualquer em que talvez voltes, sem nada pedir nem nunca esperar... "

Margarida Rebelo Pinto
Alma de Pássaro

sexta-feira, novembro 20, 2009

Descubra as diferenças

Sem dúvida nenhuma, um cantor faz a diferença!



terça-feira, novembro 17, 2009

John Is Gone

Oriundos da cidade Invicta, John Is Gone, têm feito as delícias do planeta rock português. Ainda que se tenham destacado na categoria Pop ao ganharem a edição de 2008 do concurso Rock Rendez Worten, esta banda de ainda tenra idade, destaca-se com um pé nos velhos 80's e outro no rock contemporâneo.
Do seu primeiro single, "Prologue" do álbum "Paper Cuts and Heartbeats", destaca-se a guitarra como força motriz e a voz de Rui Brito, calibrada e sem grandes exibicionismos.
Já pisaram palcos de grande renome (Optimus Alive, Sudoeste, Marés Vivas..) e vão estar no próximo sábado, dia 21, às 23.30h no Plano B no grande Porto.
Eu vou lá estar tambem :D



Para ouvir gratuitamente basta aceder http://www.myspace.com/johnisgoneband

sábado, novembro 14, 2009

E ele disse:










"Conhecer o teu sorriso
e não ter juízo.
ser louco por ti"

domingo, novembro 08, 2009

Papá

Já sabia que hoje o dia seria para ele, que lhe dedicaria sempre um pedaço do meu espaço, que lhe ofereceria, por inteiro, o meu coração. Já sabia que hoje as palavras tinham dono, que se falasse de amor seria do mais interminável de todos. Já sabia que hoje ele seria o centro das atenções, que gritaria bem alto que é o homem da minha vida! Só não sabia que as palavras vinham da sua boca, que a inspiração, mais uma vez, vinha da sua sabedoria, da sua ternura, do seu amor de pai, tudo isto, quando cruzei com as suas linhas porque as suas palavras não podiam ser mais magistrais.

Percebi porque sou uma pessoa abençoada!


"À Mafalda e à Mariana pela bondade com que sempre compreenderam as 'ausências' do pai; pelos sorrisos que nunca me negaram, atenuando as horas de maior cansaço; pelas conversas e estórias à mesa e pelo enorme e eterno incentivo que sempre me deram. A vós, a minha ternura.


À Fati pelo calor e o amparo que sempre senti nesta, como em todas as viagens que temos feito juntos; pelas doses reforçadas de energia, confiança e ânimo quando alguma nuvem de fraqueza pairava sobre mim; pela tranquilidade e bonomia com que sempre me escutou e pela assertividade das críticas quando foram necessárias; pela paciência, pela ternura, pela cumplicidade, pelo carinho e pela afirmação do lema que nos tem acompanhado: 'sempre nós'.
A ti, o meu amor e a dedicação deste humilde trabalho, que também é teu."


in, Tese de Mestrado do meu Pai :)



Joyeux Aniversaire, Papa!

sexta-feira, novembro 06, 2009

Lá do baú



"Eu recebi um bilhete que me falava de amor
Pensei que era do João mas foi outro o seu autor
Fiquei tão desiludida foi um desgosto de amor"


"Pois é, lá na escola há amores desencontrados", já cantavam os Onda Choc, idos os tempos, idos os tempos! 

domingo, novembro 01, 2009

Stealing Beauty

Lucy: Why are you crying?
Osvaldo Donati: Because I want to kiss you.


Tratando-se de um filme do ousado Sr Bertolucci, Stealing Beauty não podia ser senão uma obra carregada de polémica e controvérsia!
Despida de pudores convencionais, a história traz-nos o mais rebuscado cenário de drogas, traições e sexualidade. Ao sabor de movimentos de câmara peculiares, a promiscuidade de histórias escondidas consegue, num toque de subtileza, chegar ao encontro de sentimentos e relações profundamente intimistas deixando, até ao fim, o espectador instigado.
De tirar o chapéu a Liv Taylor que bem merece os holofotes sobre si!